Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Login

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

‘Open de Portugal’ em golfe regressa ao ‘European Tour’ com competição em Óbidos

european tour golfe

O ‘Open de Portugal’ em golfe vai deixar de ser apenas pontuável para o ‘Challenge Tour’ e vai voltar a integrar, este ano, o calendário do ‘European Tour’, entre 17 e 20 em Setembro, no ‘Royal Óbidos’, um dos vários campos de golfe existentes na região Oeste. Depois de um interregno de dois anos, a 58.ª edição do ‘Open de Portugal’ pontuará para ambas as competições, assumindo assim a categoria de ‘dual ranking’, e completará o ‘swing Ibérico’, juntamente com o ‘Portugal Masters’ e o ‘Estrela Damm N. A. Andalucia Masters’.

O torneio português já estava previsto para Setembro no ‘Royal Óbidos Spa & Golf Resort’, mas integraria apenas a ‘Road to Mallorca’ do ‘Challenge Tour'. Graças ao regresso ao ‘European Tour’, depois de interrupção em 2017, o ‘Open de Portugal’ vê o ‘prize-money’ ascender dos 200 mil euros para os 500 mil euros.

“Estamos muito felizes por garantir outro ‘Open de Portuga’l de dupla classificação e que se mudará para ‘Royal Óbidos’ pelos próximos três anos. Esta região oferece uma variedade de campos, tornando-o um destino de golfe muito interessante em Portugal. Acreditamos que ‘Royal Óbidos’, um projecto de 'Seve' Ballesteros, será um bom teste de golfe para os jogadores do ‘European Tour’ e do ‘Challenge Tour’”, comentou Miguel Franco de Sousa, presidente da Federação Portuguesa de Golfe.

Já Ben Cowen, vice-director de operações do ‘European Tour’, explicou a estratégia adoptada para fazer regressar o evento português ao principal circuito, que não se realizou entre 2011 e 2016, na sequência da retoma da competição internacional, após a paragem na sequência da pandemia provocada pela Covid-19.“Ao planearmos a remodelada ‘Race to Dubai 2020’, uma parte da nossa medida de abordagem foi a de jogar-se, sempre que possível, em grupos de regiões ou territórios”, começou por justificar Ben Cowen.

Tendo em conta que a 58.ª edição do ‘Open de Portugal’ completará o ‘swing ibérico’, logo após ‘Estrella Damm NA Andaluzia Masters’, no Real Club Valderrama, de 3 a 6 de Setembro, e o ‘Portugal Masters’, no ‘Dom Pedro Victoria Golf Course’, em Vilamoura, de 10 a 13 de Setembro, o vice-director de operações do ‘European Tour’ acredita que poderá ser mais uma mais-valia para os jogadores. “Adicionar o ‘Open de Portugal at Royal Óbidos’ como um evento ‘dual ranking’ cria um ‘Iberian Swing’ de três torneios para os jogadores no ‘European Tour’, e oferece mais boas notícias para os membros do ‘Challenge Tour’, pois o evento permanece na ‘Road to Mallorca’ pela terceira temporada consecutiva, com um ‘prize-money’ aumentado para 500 mil euros”, acrescentou o responsável.

O ‘Royal Óbidos’ é composto por um hotel de cinco estrelas, com ‘spa’ e salas de reuniões, ‘villas’ e apartamentos e um campo de golfe de 18 buracos desenhado por Severiano Ballesteros, um dos maiores golfistas espanhóis de sempre, falecido em 2011, que se destacou também a desenhar campos de golfe em todo o mundo. Este estabelecimento hoteleiro, localizado perto da Lagoa de Óbidos e da costa Oeste, no concelho obidense, recebeu o selo do Turismo de Portugal ‘Estabelecimento Clean and Safe’. Este certificado contempla um protocolo de segurança e limpeza adicionais aqueles que já estavam completados no ‘resort’ pelo que são utilizadas medidas adicionais de segurança para todos os hóspedes e funcionários.

Texto: ALVORADA com agência Lusa