26/07/2017 - 15:48
Primeira PáginaAssinaturasContactos
  Pesquisar Notícias
Notícias
Região
Sociedade
Economia/Gestão
Saúde
Cultura

Desporto
Segurança
Agricultura
Mulher
Opinião
Igreja

Agenda
Associações
Autarquias
Bibliografia
Classificados
Discografia
Directório
Links
Lista Telefónica
Necrologia



As últimas notícias de primeira página -> http://www.alvorada.pt/rss.php

As últimas notícias de primeira página -> http://www.alvorada.pt/rss.php



Saúde

Urgência de Pediatria de Torres Vedras mantém-se em funcionamento

Última alteração dia
2017-01-04 às 00:00:00


Imprimir NotíciaUrgência de Pediatria de Torres Vedras mantém-se em funcionamento

O Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, garantiu ao presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, que a urgência pediátrica do hospital da cidade se manterá aberta sem restrições de horário.


Segundo um comunicado da edilidade torriense remetido ao ALVORADA, em conversa telefónica mantida na tarde do passado dia 2 com Carlos Bernardes, o governante assegurou que não haverá interrupção deste serviço hospitalar durante o período nocturno, como tinha sido anunciado pelo CHO - Centro Hospitalar do Oeste através de um aviso afixado no Hospital de Torres Vedras.

Recorde-se que o aviso do CHO informava que a urgência pediátrica iria permanecer encerrada durante estas duas primeiras semanas, entre as 21h00 e as 9h00. "Em face da falta de recursos humanos médicos da especialidade de pediatria na unidade de Torres Vedras, a urgência da pediatria desta unidade encontra-se encerrada durante o período nocturno", informa o aviso que não foi remetido para a comunicação social.

A medida entrou em vigor no domingo, primeiro dia do ano, e deveria manter-se até dia 15, altura em que o conselho de administração do CHO prometia fazer "uma reavaliação da situação".

O comunicado da autarquia refere ainda que Carlos Bernardes reuniu, também no dia 2, com o director clínico do CHO, António Curado, “no sentido de prevenir situações futuras semelhantes à que hoje tinha sido noticiada”.

Recorde-se que o presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras exigiu durante essa manhã uma solução e a reposição, em 48 horas, da normalidade do funcionamento daquele serviço hospitalar que abrange vários concelhos oestinos.




Voltar     Topo


CotoNet, Lda