Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Login

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

CTT enviam para Moçambique 70 toneladas de donativos dos portugueses

CTT

Os CTT - Correios de Portugal, enviaram para Moçambique cerca de 70 toneladas de donativos dos portugueses recolhidos nas 538 Lojas CTT espalhadas pelo país, informou a empresa num comunicado enviado ao ALVORADA. Com a passagem do ciclone Idai, em Março, e do ciclone Kenneth, em Abril, milhares de moçambicanos foram afectados pelas cheias. “Os CTT, no âmbito da política de sustentabilidade e responsabilidade social da empresa, disponibilizaram 200 mil Embalagens Solidárias na iniciativa ‘Feito de Esperança”’ para o envio de roupas para Moçambique, em parceria com os Correios de Moçambique”, refere a empresa.

Os CTT estiveram durante as últimas semanas a operacionalizar o envio dos donativos dos portugueses. Cerca de 1,5 toneladas seguiram de avião e o restante foi enviado via marítima. Ao todo, chegaram a Moçambique oito contentores de donativos, o que representa um total de cerca de 70 toneladas de roupa doada pelos portugueses. Os donativos dos portugueses foram recebidos na antiga colónia portuguesa pelos Correios de Moçambique, parceiros da iniciativa, e encaminhados para o Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC), para posterior redistribuição pelas vítimas do ciclone. Esta operação nacional teve também o acompanhamento da Embaixada de Moçambique.

“A adesão dos portugueses foi estrondosa e a enorme manifestação de solidariedade levou a que, em menos de 24 horas, fosse atingido o objectivo definido com os Correios de Moçambique”, destaca os CTT. Os colaboradores da empresa portuguesa também se envolveram fortemente na iniciativa, entregando cerca de 1,6 toneladas de roupa e realizando aproximadamente 180 horas de trabalho voluntário, preparando as Embalagens Solidárias para o envio para Moçambique.

Para Miguel Salema Garção, director de Marca, Comunicação e Sustentabilidade dos CTT, “as iniciativas de responsabilidade social e cidadania empresarial fazem parte do ADN dos CTT e, este ano, quisemos apoiar de todas as formas possíveis a população de Moçambique. A capilaridade e a proximidade da rede de retalho dos CTT permitiram abraçar a enorme manifestação de solidariedade dos portugueses. Os CTT agradecem a adesão, o que prova que os portugueses se unem em momentos de dificuldade para apoiar quem mais precisa”.

Texto: ALVORADA
Fotografia: CTT