Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Login

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

BE propõe dois passes de 40 euros para carreiras inter-regionais Oeste/Lisboa

centro coordenador rodoviario lourinha

O Bloco de Esquerda defendeu que os utentes de carreiras oriundas de concelhos da região Oeste e que têm como destino Lisboa possam adquirir dois passes intermunicipais para resolver as indefinições quanto ao valor dos passes destas carreiras inter-regionais. O BE de Torres Vedras defendeu, em comunicado, que a solução “é clara” e passa por obter o passe ‘Navegante Metropolitano’, para a Área Metropolitana de Lisboa, e o passe Intermunicipal Oeste, cada um no valor de 40 euros. Para o BE, com os dois passes únicos, qualquer utente de concelhos da região Oeste “deverá poder ter acesso a qualquer ligação inter-regional” sem custos adicionais, pelo valor de 80 euros.

Os bloquistas de Torres Vedras propuseram ainda que para as carreiras inter-regionais directas, sem ligações intermédias durante o percurso - por exemplo Torres Vedras - Lisboa (Campo Grande) -, a solução passe pela aquisição dos passes municipais para Torres Vedras e para Lisboa, cada um a custar 30 euros, ou seja, com custo máximo de 60 euros. O passe de 60 ou 80 euros ficaria mais barato do que o actual: 138 euros em Arruda dos Vinhos, 160,70 em Alenquer e Sobral de Monte Agraço, 166 em Torres Vedras e 183 na Lourinhã.

As três empresas de transportes públicos que operam na região Oeste - Barraqueiro Oeste, Rodoviária do Oeste e a Boa Viagem - não estão englobadas no Regulamento Metropolitano das Regras Gerais para a Implementação do Sistema Tarifário na AML, por não existir ainda acordo entre a área metropolitana e a OesteCIM - Comunidade Intermunicipal do Oeste. O presidente desta entidade oestina, Pedro Folgado, disse que a OesteCIM “ainda não chegou a acordo” com a AML e admitiu que existe um problema orçamental para os passes entre Lisboa e concelhos do distrito de Lisboa, fora da AML, e de Leiria.

A OesteCIM vai alocar 1,4 milhões de euros para Apoio à Redução Tarifária nos Transportes Públicos, beneficiando com descontos, a partir deste mês, cerca de 5.000 portadores de passes rodoviários dos concelhos de Alcobaça, Bombarral, Caldas da Rainha, Nazaré, Óbidos, Peniche, Alenquer, Arruda dos Vinhos, Cadaval, Lourinhã, Sobral de Monte Agraço e Torres Vedras.

Texto: ALVORADA com agência Lusa
Fotografia: Jorge Reis/ALVORADA