Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Login

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Transportadoras do Oeste com prazos diferentes para vender novos passes comparticipados

Rodoviária do Oeste 4

A Rodoviária do Oeste colocou esta sexta-feira à venda os novos passes com preços mais reduzidos, enquanto a Barraqueiro Oeste e a Boa Viagem só para a semana, à excepção do passe combinado com Metro e Carris, que pode ser adquirido a partir deste sábado.

Em Alcobaça, Nazaré, Caldas da Rainha, Peniche, Óbidos, Bombarral e Lourinhã, em que opera a Rodoviária do Oeste, arrancou, ao final do dia de ontem, a “venda dos títulos nos novos tarifários”, disse à agência Lusa Orlando Ferreira, administrador do grupo Rodoviária do Tejo.

Já as empresas Barraqueiro Oeste e Boa Viagem, que operam nos restantes concelhos da região Oeste, optaram por colocar à venda, a partir de hoje, o passe das carreiras inter-regionais combinado com a Carris e o Metro, disse à Lusa Laurinda Martins, da administração da empresa Barraqueiro Transportes, a que pertencem as outras duas. Os restantes passes destas duas empresas vão ficar disponíveis “no início da próxima semana”, adiantou, garantindo que “os utentes não vão ser prejudicados”.

As três empresas prometeram reforçar “as bilheteiras ao longo do fim-de.semana para que os utentes possam adquirir os títulos antes de segunda-feira”, data em que entram em vigor as novas tarifas, informaram as operadoras.

A OesteCIM - Comunidade Intermunicipal do Oeste vai alocar 1,4 milhões de euros para o PART - Programa de Apoio à Redução Tarifária nos Transportes Públicos, beneficiando com descontos, a partir de Abril, cerca de 5.000 portadores de passes rodoviários.  Mas, o presidente da OesteCIM, Pedro Folgado, admitiu que os 12 municípios poderão ter de suportar encargos acima do previsto com a comparticipação nos passes para estudantes. Na nossa região, o passe municipal (dentro do perímetro de cada concelho) deixa de ser superior a 30 euros e vai permitir aos utilizadores poupanças anuais de cerca de 230 euros. Nas deslocações intermunicipais (dentro dos 12 concelhos da OesteCIM), o passe vai ter um custo até 40 euros, estimando-se, neste caso, poupanças de cerca de 400 euros por ano. Já nas ligações inter-regionais com os concelhos da Área Metropolitana de Lisboa (AML), da Lezíria do Tejo e à Região de Leiria, “será garantido um desconto de 30%”, prevendo-se poupanças, em média, acima de 450 euros por ano.

A Área Metropolitana de Lisboa e a OesteCim chegaram também a acordo esta sexta-feira para alargar os passes de 30 e 40 euros às carreiras inter-regionais, deixando de fora desses os passes de ligações directas e os passes inter-regionais, que terão um desconto de 30% sobre o valor até agora praticado. O que acontecerá, por exemplo, com as ligações directas de Lourinhã, Bombarral ou Torres Vedras para Lisboa.

Texto: ALVORADA com agência Lusa
Fotografia: Direitos Reservados