Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Login

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Brigada de Sapadores Florestais do Oeste ajudam a plantar 1600 pinheiros bravos na região

sapadores florestais

Numa parceria inédita na nossa região, 20 elementos da Brigada de Sapadores Florestais do Oeste e da Equipa de Sapadores Florestais da Associação de Produtores Florestais de Alcobaça e Nazaré, técnicos do Gabinete Técnico Florestal Intermunicipal (GTFI) e responsáveis do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), uniram-se para plantar 1600 pinheiros bravos.

Esta iniciativa teve como objectivo sensibilizar para a importância da reflorestação em áreas percorridas pelos incêndios, numa área de cerca de 1,5 hectares. A acção foi promovida pelo ICNF e Nokia Portugal e contou com a presença e colaboração da Brigada de Sapadores Florestais da Comunidade Intermunicipal do Oeste, solicitada no âmbito do serviço público, e da Equipa de Sapadores Florestais da Associação de Produtores Florestais de Alcobaça e Nazaré.

Três equipas de sapadores florestais estão este mês a ter formação e vão em Abril iniciar o trabalho de prevenção e combate a incêndios nos 12 concelhos da região, anunciou em comunicado a OesteCIM - Comunidade Intermunicipal do Oeste. Estes profissionais estão divididos em três equipas sediadas na Usseira, no concelho de Óbidos, mas trabalham no território dos 12 municípios da região.

Torres Vedras era o único município oestino a dispor de sapadores florestais, motivo pelo qual a OesteCIM concorreu e ganhou uma candidatura ao Programa de Sapadores Florestais, lançado pelo Governo, ao abrigo do qual recebeu um financiamento de 120 mil euros. O financiamento é manifestamente insuficiente, mas todas as câmaras mostraram-se disponíveis para suportar o resto dos custos, tendo noção da necessidade que há de manter e de proteger a floresta que temos no nosso território.

Cada uma das três equipas é composta por quatro sapadores florestais e está dotada de um veículo com material de primeira intervenção no combate a incêndios, equipamento de proteção individual e maquinaria para realizar acções de limpeza.

Texto: ALVORADA com agência Lusa
Fotografia: Direitos Reservados