Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Login

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Finalizado o processo de regularização dos trabalhadores precários do Centro Hospitalar do Oeste

CHO

Encontra-se finalizado o processo de regularização do vínculo laboral precário dos trabalhadores do CHO - Centro Hospitalar do Oeste que submeteram a sua candidatura ao PREVPAP - Programa de Regularização Extraordinária de Vínculos Precários da Administração Pública iniciado em Junho de 2017.

Segundo um comunicado do CHO enviado ao ALVORADA, ao abrigo do PREVPAP foi possível regularizar o vínculo laboral precário de um conjunto de trabalhadores, que já desempenhavam funções nos vários serviços da instituição de forma permanente, mas que não possuíam um vínculo jurídico adequado. “Deste modo, com a criação deste programa por parte do Governo, foi possível integrar no mapa do pessoal do CHOeste profissionais de várias categorias, nomeadamente Assistentes Operacionais; Assistentes Técnicos; Enfermeiros; Técnicos Superiores de Diagnósticos e Terapêutica de Análises Clínicas, de Cardiopneumologia, de Radiologia, de Ortóptica, de Fisioterapia, de Terapia da Fala e de Terapia Ocupacional. Foram também integrados Técnicos Superiores das áreas de Psicologia, Gestão Hospitalar, Comunicação, Serviço Social, Instalação e Equipamentos, Conservação e Restauro, e Farmácia”, destaca o conselho de administração presidido por Elsa Baião.

O CHO integra os hospitais de Caldas da Rainha, Torres Vedras e Peniche, tendo uma área de influência constituída pelas populações dos concelhos de Caldas da Rainha, Óbidos, Peniche, Bombarral, Torres Vedras, Cadaval e Lourinhã e de parte dos concelhos de Alcobaça e de Mafra.

O ALVORADA questionou o conselho de administração do CHO sobre o número exacto de funcionários precários que viram a sua situação resolvida ao abrigo do PREVPAP mas não recebemos resposta até ao momento.

Texto: ALVORADA