Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Login

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Socialistas do Oeste satisfeitos pelo anúncio de infraestruturas consideradas estratégicas para a região

FRO PS 1

A FRO - Federação Regional do Oeste do PS manifesta satisfação pelo anúncio do investimento no Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, porque “assume-se como uma importante medida que irá dar resposta a uma procura cada vez maior da cidade de Lisboa e do território em que se insere”. Em comunicado enviado ao ALVORADA após a reunião da Comissão Política, que reuniu em Torres Vedras, é referido que “não temos dúvidas de que o investimento em causa, fruto do acordo assinado entre o Governo e a ANA - Aeroportos de Portugal, irá beneficiar a Região Oeste”.

Para a estrutura regional socialista liderada pelo autarca torriense Carlos Bernardes, o expectável aumento de passageiros que irá resultar da ampliação do Aeroporto de Lisboa, de 60 para 89 posições de estacionamento de aviões, terá um importante impacto económico na nossa região, “contribuindo para o seu desenvolvimento nas mais variadas áreas, nomeadamente no turismo, onde a Região Oeste tem vindo a registar um crescimento a dois dígitos no que diz respeito ao alojamento”.

Outra satisfação para a FRO é a modernização da Linha do Oeste que assume, neste contexto, “uma importância ainda maior”. A electrificação do troço entre Meleças (Sintra) e Caldas da Rainha, numa primeira fase, e entre as Caldas da Rainha e o Louriçal (Pombal), numa segunda fase, no âmbito do Programa Nacional de Investimentos 2030 (PNI 2030), assim como a intervenção nos sistemas de sinalização e telecomunicações, a duplicação da linha ferroviária e a melhoria do material circulante - de acordo com concurso público anunciado há dias -, trarão claros benefícios para a região. “É também neste quadro que afirmamos a premência da construção do IC 11, uma aposta clara na melhoria das acessibilidades na região, no âmbito do PNI 2030, contribuindo para uma melhor mobilidade”, sublinha a FRO.

Outro ponto importante para os socialistas oestinos passa pela aplicação do Programa de Apoio à Redução de Tarifários nos transportes públicos. “Estamos convictos que irá dar o seu contributo para a melhoria ambiental dos territórios, visando a utilização dos transportes públicos, onde a Comunidade Intermunicipal do Oeste, enquanto autoridade com competência terá um papel fundamental no modelo que venha a ser desenvolvido”, adianta ainda o comunicado do PS/Oeste.

Quanto ao futuro Hospital do Oeste, ainda sem localização e aprovação por parte do Ministério da Saúde quanto à sua concretização, a FRO defende que este investimento será determinante “para a prestação de um Serviço Nacional de Saúde de excelência e, desta forma, da mais elementar importância para a população do nosso território. Não temos dúvidas de que, nesta fase decisiva de opções estratégicas em torno da construção de infraestruturas para Portugal, o Oeste poderá vir a ter uma nova esperança para o futuro”, conclui a estrutura política socialista que reúne as estruturas concelhias da Lourinhã, Torres Vedras, Cadaval, Sobral de Monte Agraço, Alenquer, Sobral de Monte Agraço e Arruda dos Vinhos.

Texto: ALVORADA
Fotografia: Direitos Reservados