Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Login

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Escola Dr. Afonso Rodrigues Pereira vai entrar em obras de requalificação durante o ano lectivo

Fortografia: Sofia de Medeiros/Jornal ALVORADA

escolajoaodasregras

A novidade neste novo ano lectivo no AEDLV será a requalificação da Escola EB 2, 3 Dr. Afonso Rodrigues Pereira, actual Escola EB 2, 3 Dr. João das Regras, construída há 25 anos, não tendo até ao momento sofrido uma intervenção de fundo, o que vai agora suceder. A obra foi adjudicada no passado dia 29 de Agosto pela Câmara Municipal da Lourinhã, no valor de 656.536,65 euros, à empresa Pinto Miranda que venceu o concurso público. As obras vão ser realizadas em duas fases: a primeira está prevista decorrer entre 13 de Setembro e final de Dezembro deste ano e a segunda de 15 de Julho a final de Dezembro de 2019.

Na primeira fase irão reflectir-se em espaços que não são salas de aula (bar, refeitório e sala de convívio). “Não sendo possível executar as obras noutros momentos, consideramos que esse constrangimento será o preço a pagar para termos um espaço escolar com melhores condições”, frisou Pedro Damião ao ALVORADA.

Segundo revelou a autarquia ao nosso jornal, a intervenção centrar-se-á na substituição da cobertura de placas de fibrocimento existente para remoção do amianto e na reabilitação dos seus espaços interiores que apresentam revestimentos degradados em pisos, paredes e tectos, sobretudo no bloco de balneários, nas instalações sanitárias do edifício principal, na cozinha, refeitório e sala de convívio.

Serão ainda substituídas e/ou reparadas as portas interiores e dos estores exteriores, e repintura interior de todo o edifício. Prevê-se também a instalação de novas infraestruturas de abastecimento de águas, esgotos, gás e alterações à rede eléctrica. Serão ainda reabilitadas as 24 salas de aula existentes, sala de professores, sala de convívio e biblioteca. A intervenção incidirá sobre os três blocos do edifício e não implicará a construção de qualquer equipamento.

O Município da Lourinhã celebrou um acordo com o Ministério da Educação, há cerca de um ano, que transferiu para a autarquia as verbas necessárias e a responsabilidade pela intervenção que vai ocorrer nesta escola. Do total do investimento, 361 mil euros são comparticipados por fundos comunitários, 207 mil euros pelo município e 32 mil euros pelo Ministério da Educação. As obras de intervenção a realizar neste equipamento escolar têm por objectivo a melhoria da oferta educativa, “dando resposta adequada às necessidades e anseios dos residentes no concelho e contribuindo para atrair e fixar populações”. Assim, “a autarquia propõe-se requalificar o parque escolar, proporcionando a alunos e professores instalações e dotações de equipamentos adequados a uma boa vivência, às actuais e futuras exigências pedagógicas ao pleno desenvolvimento dos processos educativos e das aprendizagens”, conclui a edilidade.

O município tem estado a investir mais de 1,8 milhão de euros na requalificação do parque escolar do concelho que engloba estabelecimentos de ensino do 1º, 2º e 3º ciclos. Neste momento, nas escolas do Seixal (210 mil euros), Marquiteira (196.500 euros) e Vimeiro (300 mil euros), prevê-se a conclusão dos trabalhos até ao final do presente ano, sendo que a Escola do Vimeiro deve estar concluída até ao final deste mês. No que concerne à escola da Cabeça Gorda, a previsão é que a obra, que já foi adjudicada, fique concluída no primeiro trimestre de 2019.