Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Login

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Município da Lourinhã regista 57 quilos por habitante no que respeita à reciclagem e desvio de resíduos dos aterros em 2018

ecopontos

57 quilos por habitante foi o número registado pelo Município da Lourinhã, ao longo do ano de 2018, no que respeita à reciclagem e desvio de resíduos dos aterros. Este crescimento deve-se, segundo uma nota enviada pela edilidade ao ALVORADA, a diversos factores, nomeadamente ao investimento da Valorsul (empresa responsável pelo tratamento e valorização dos resíduos urbanos de 19 municípios das Regiões de Lisboa e Oeste) na recolha selectiva, através da distribuição de mais de 1500 ecopontos, 91 deles no Município da Lourinhã assim como ao reforço que a autarquia fez nas equipas afectas ao processo da reciclagem, sendo hoje responsável pela entrega directa destes resíduos valorizáveis em cerca de 29% do seu total.

Também o Depósito Temporário (DTR), que sofreu recentemente melhorias, com o objectivo de apoiar e potenciar a deposição selectiva de resíduos sólidos urbanos como papel/cartão/vidro, plástico, metais e sucatas, monos domésticos, madeiras, resíduos verdes e resíduos de equipamentos eléctricos e electrónicos e, segundo a autarquia lourinhanense, outro factor que contribuiu para este crescimento. “Desde Março de 2018 já recebeu 45 toneladas de resíduos recicláveis e cerca de 112 toneladas de madeira (monos domésticos), evitando assim que estes fossem depositados na via pública”, pode ler-se no comunicado.

Outros factores mencionados passam por iniciativas promovidas com a Valorsul na organização de eco eventos/festas concelhias (2.400 quilos de recicláveis recolhidos), ao programa Ecovalor/escolas e IPSS (20 toneladas de papel e 2.400 sacos de plástico e metal nas escolas e IPSS locais) e ao programa ‘Compostar, outra forma de reciclar’, onde foram distribuídos 223 compostores domésticos em sessões espalhadas por todo o concelho assim como iniciativas da Valorsul, apoiadas pelo Município da Lourinhã nas campanhas ‘É só um Quilo’ e ‘Comércio a Reciclar’ ao concelho, com a distribuição de kits de reciclagem no comércio local e vales para levantar estes kits nas caixas do correio dos habitantes residentes nas zonas onde foram instalados os novos ecopontos.

Fotografia: Sofia de Medeiros/ALVORADA (arquivo)