Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Login

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Cuidar da Casa Comum na Lourinhã em resposta ao desafio do Papa Francisco

Fotografia: Direitos Reservados

casacomum

No âmbito do quarto Dia Mundial de Oração pelo Cuidado da Criação, que se assinalou a 1 de Setembro, foram várias as iniciativas agendadas para esta data que passaram pela sensibilização para cuidar da casa comum, num desafio lançado às comunidades pelo Papa Francisco, no sentido de se olhar o Mundo com mais atenção. Na Lourinhã, a Casa do Oeste organizou um fórum, no anfiteatro da Praça José Máximo da Costa, que contou com as intervenções do Pe. Joaquim Batalha, do Pe. Ricardo Franco, dos lourinhanenses Conceição Moniz e António Gomes e da torriense Maria Pádua. Na ocasião foi lançada aos presentes a proposta de naquele dia fazerem a experiência de viver um dia sem plástico ou pelo menos de o reduzirem.

Instituído pelo Papa Francisco a 15 de Setembro de 2015, este evento de carácter ecuménico, por ser comemorado também com a Igreja Ortodoxa, pretende proporcionar aos fiéis e às comunidades eclesiais a preciosa oportunidade para renovar a adesão pessoal à própria vocação de guardião da criação. “Esta data é uma ocasião para elevarmos a Deus um hino de acção de graças pela sua obra maravilhosa que confiou aos nossos cuidados, invocando a sua ajuda para a protecção da criação e a sua misericórdia pelos pecados cometidos contra o mundo em que vivemos”, afirmou Francisco. “Como cristãos”, diz o Papa, “queremos oferecer a nossa contribuição para superar a crise ecológica que a humanidade vive”. Por isso, “devemos, antes de tudo, buscar no nosso rico património espiritual as motivações que alimentam a paixão pelo cuidado da criação”.