Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Login

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Instituto Nacional de Estatística realiza recenseamento agrícola a partir de 1 de Outubro

INE Recensemento Agricola

O Instituto Nacional de Estatística, I.P. (INE), vai realizar o Recenseamento Agrícola 2019 (RA 2019) entre 1 de Outubro de 2019 e 31 de Maio de 2020, numa recolha de dados que é dirigida a todas as explorações agrícolas em todo o território nacional. Este contacto será feito através de entrevista presencial pelos técnicos contratados para o efeito pela instituição pública, num trabalho que é feito em cada dez anos.

Para a região Oeste estarão alocados a este serviço diversos entrevistadores. O núcleo de recolha do RA 2019 de Caldas da Rainha (poderá localizar-se nos municípios de Alcobaça, Nazaré, Bombarral, Óbidos, Caldas da Rainha, Lourinhã ou Peniche) vai contar com seis técnicos. Igual número de profissionais estará no terreno para o núcleo de recolha do RA 2019 de Torres Vedras (poderá localizar-se nos municípios de Lisboa, Loures, Mafra, Sintra, Amadora, Cascais, Oeiras, Torres Vedras, Sobral de Monte Agraço ou Odivelas). Também com seis entrevistadores ficará dotado o núcleo de recolha do RA 2019 de Vila Franca de Xira (poderá localizar-se nos municípios de Alenquer, Almeirim, Alpiarça, Cadaval, Azambuja, Cartaxo, Vila Franca de Xira ou Arruda dos Vinhos).

Segundo o INE, é através do Recenseamento Agrícola que se obtêm informações exaustivas sobre o sector, “essencial à tomada de decisões nas políticas agrícolas, de desenvolvimento rural, regional e territorial”, assumindo uma “dimensão estratégica a nível nacional, uma vez que permite a leitura estatística do objectivo de dinamização do sector agrícola português; este sector tem captado o interesse crescente de jovens empreendedores, por via de apoios para a instalação da actividade, do uso cada vez mais frequente de novas tecnologias, e pela valorização da agricultura”.

O INE está a recrutar, no âmbito desta operação, mais de 1.500 pessoas até finais de Junho. Entre as vagas há mais de 200 para técnicos superiores especialistas em estatística, que devem ter formação superior preferencialmente na área das ciências agrárias. Os cerca de 1.300 entrevistadores serão responsáveis pela realização das entrevistas, registo e validação de dados junto de todas as explorações agrícolas. Os entrevistadores serão contratados em regime de prestação de serviços, terão de utilizar transporte próprio, bem como equipamento informático com ligação à internet e ‘smartphone’ com GPS, capaz de capturar coordenadas geográficas.

Texto: ALVORADA
Fotografia: Direitos Reservados